Espalhando Cores

 Na calada da noite (ou mesmo à luz do dia), um grupo de meninas que adoram fazer tricô saem pelas ruas de Houston, no Texas, envolvendo postes, hastes de semáforos e placas de trânsito com suas peças artesanais, numa espécie de grafite têxtil, que mescla o aconchego do tricô com um ar de guerrilha urbana. Elas acreditam que, às vezes, as cidades têm ferro e concreto demais para serem vistos no dia a dia. E ficam contentes quando as pessoas param a correria para apreciar o trabalho delas.
Planeta Sustentável

 O projeto está se espalhando por diversos lugares no mundo.

 

KnittaPlease

 

Esse é o Título da 29 Bienal de São Paulo que acontece entre  25 de Setembro e 12 de Dezembro.

 Baseado num verso  do poeta Jorge de Lima Há sempre um copo de mar para um homem navegar“, sintetiza a idéia de que a utopia da arte está contida nela mesma, o “copo de mar” de cada artista. E deste infinito particular cada um busca modificar o mundo. Por isso a conexão da arte com a política, também tema e ponto focal da Bienal.

Invencção de Orfeu – Jorge de Lima
II

A ilha ninguém achou
porque todos a sabíamos.
Mesmo nos olhos havia
Uma clara geografia.

 

Mesmo nesse fim de mar
qualquer ilha se encontrava,
mesmo sem mar e sem fim,
mesmo sem terra e sem mim

 

Mesmo sem naus e sem rumos,
mesmo sem vagas e areias,
há sempre um copo de mar
para um homem navegar.

 

Nem achada e nem não vista
nem descrita e nem viagem,
há aventuras de partidas
porém nunca acontecidas.

 

Chegados nunca chegamos
eu e a ilha movediça.
Móvel terra, céu incerto,
mundo jamais descoberto.

 

Indícios de canibais,
sinais do céu e sargaços,
aqui um mundo escondido
geme num búzio perdido.

 

Rosa de ventos na testa,
maré rasa, aljôfre, pérolas,
domingos de pascoelas.
E esse veleiro sem velas!

 

Afinal: ilha de praias.
Quereis outros achamentos
além dessas ventanias
tão tristes, tão alegrias?

 

O Vídeo do Conceito Curatorial você vê aqui.

Entre os artistas brasileiros selecionados, veja a obra de  Amélia Toledo cujo trabalho aprecio imensamente.

Mãos dadas


Não serei o poeta de um mundo caduco.
Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
Entre eles, considere a enorme realidade.
O presente é tão grande, não nos afastemos.
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.
Não serei o cantor de uma mulher, de uma história.
Não direi suspiros ao anoitecer, a paisagem vista na janela.
Não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida.
Não fugirei para ilhas nem serei raptado por serafins.
O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes,
a vida presente.

Caricaturas  de Drummond


Hoje resolvi fazer uma homenagem aos homens que ousam.

Em Paris, New York, Londres … não importa.  Estilo e elegância não tem preço nem lugar, são um dom: o de transformar um ato tão comum num momento de criação e prazer.  

    

      

     

  

Há os que ousam pouco, os que ousam muito, os que não se cansam de ousar e os que começam cedo.

Quer ver mais?  visite o The SartoriaList , ele fotografa pessoas com muito estilo e criatividade que cruzam com sua câmera pelas grandes cidades.

É no mínimo inspirador.

Fotos  The Sartorialist

Ufa!!!! O fim do ano chegou.

O que eu mais gosto desta época é do espírito de renovação que ela trás.

É a esperança de que podemos fazer melhor.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

Receita de Ano novo , Drummond.
.
.
22 de Novembro de 2009

Há algum tempo quero escrever um blog como um diário de impressões e inspirações. Pretendo trocar idéias, divulgar meu trabalho e incríveis projetos que me inspiram e que admiro.

Sou muito curiosa e gosto de estar sempre me atualizando nos mais diversos assuntos – literatura, artes plásticas, teatro e, arquitetura, claro.

Acredito que a integração das artes enriquece a vida e o trabalho.

Espero que aqui possamos trocar idéias e nos enriquecer mutuamente.